Conversa Brasileira

March 2, 2009

Animals 1: Dog lovers 1

Filed under: Videos — natalie @ 4:22 pm

So here’s the sceanrio:  Denise has been walking in the park with her dog named Sandy.  Michelle, who happens to pass by, loves dogs and decides to strike up a conversation with Denise. Well, she doesn’t exactly love dogs, but Sandy reminds her of her brother’s dog.  Anyway, the two have a nice chat in the park, which makes for a great Conversa Brasileira.

Welcome to LAITS WordPress µ.

60 Comments »

  1. First of all, thanks to visiting our first lesson of Conversa Brasileira. Didn’t Michelle and Denise do a great job in this video? I try to keep track of all your comments, questions, observations, suggestions, etc. Here’s where you can personalize things by asking for help with anything related to the lesson. I’m happy to answer your questions, and there are probably others in the listening community who can answer questions for you too. Feel free to do so.

    Comment by orkelm — April 14, 2009 @ 12:55 pm

  2. How wonderful and what a great resource this site is. I enjoyed the video and as a Portuguese language learner, appreciate being able to hear and learn from the true spoken word. It’s also neat to see my instructor Denise in action. Felicidades Orlando and crew!!

    Comment by Sonia Honne-Gonzalez — April 23, 2009 @ 11:43 am

  3. I love the video! I am American but worked in Brazil and LOVE the culture and language. Just hearing the women’s voices is like light cheery music. My kids love the dog and really paid attention the entire conversation.

    Please put more up if you have time. Also, on my last visit to Portugual, I tried to help a Portuguese man who was on a hunger strike. It turned out rather odd in that he was on strike over something other than what I thought he had said. (He had told me the government was shutting down his business.)http://www.youtube.com/watch?v=ycEG46uHWeg It’s in Portuguese and English.

    Bests,
    Christine

    Comment by Christine Jernigan — April 24, 2009 @ 11:29 am

  4. Adorei a forma natural como o Português é falado, a variedade de pronúncias das brasileiras e a riqueza do vocabulário não tão óbvio.

    Comment by Denise — April 26, 2009 @ 3:39 pm

  5. Que boa ideia! Gostei do site e espero que outras licoes sejam adicionadas, para que possamos todos aproveitar em nossas classes!

    Comment by Eva — April 29, 2009 @ 8:58 am

  6. Orlando you did it again! These are the kinds of things that I wish I had learning Spanish. I finally got a around to checking out the first episode, and I have to say the pop up box comment, Awesome!
    Comment: I like that you put the url address to Sandy e Junior but it is not a clickable link. Well at least not in Safari Version 3.1 (4525.13).
    Seu estudante do verão 2009,
    Daniel

    Comment by Daniel — May 7, 2009 @ 8:17 am

  7. I loved it! You are great Orlando, you keep adding more and more great videos to the site. I will definitely keep it in mind when Paul starts learning Portuguese. And will let you know how it goes… Congratulations for the wonderful site!

    Comment by Cynthia — May 20, 2009 @ 11:44 am

  8. Great, let’s get Paul started on some Portuguese. Time for him to talk to all of the in-laws!

    Comment by orkelm — May 21, 2009 @ 9:08 am

  9. Great idea! If only I had this kind of thing when I was starting out in Portuguese. In any event, I will post it on my website so others can learn along with it.

    Abs

    Comment by Adam — May 27, 2009 @ 11:49 pm

  10. Thanks Adam,
    BTW everyone, you do want to check out Adam’s site called eyes on brazil: http://eyesonbrazil.wordpress.com/

    Comment by orkelm — May 28, 2009 @ 5:54 am

  11. Wonderful video – já estou viciado! Please keep them coming. Thanks, Dennis

    Comment by Dennis — May 29, 2009 @ 7:33 am

  12. Eu gosto muito desse video. Eu aprendi o novo frase “Plazer em conhecê-la” e a palavra muita usada “Cadê” para dizer “Onde está?”. Os comentários “pop-up” são muito úteis. Também aprendi que o sufixo “-ona” pode dar ênfase e uma qualidade cativante. Estou ansiosa para aprender mais desses videos durante o semestre.

    Comment by Kristin Bonds — January 22, 2010 @ 10:30 am

  13. O video era legal. Gostei muito da frase “Fica à vontade”. Essa frase é muito usada no Brasil para pessoas que estão visitando o conhecendo uma pessoa. Eu gosto como dos profesores comentam nas frases difícis para entender e também como eles explicam as significancias diferentes. O video era muito bom para saber de todas as maneiras diferentes para chamar alguma coisa.

    Comment by Joe Gutierrez — January 22, 2010 @ 10:39 am

  14. Eu pensei que este vídeo foi muito útil e eu gostei muito do comentário. Eu aprendi alguns novos conceitos e expressões que eu possa usar no futuro. Mas, acho que o cão é mais velho do que ela diz que é.

    Comment by Ben Echelson — January 22, 2010 @ 12:42 pm

  15. Gostei muito da sistema de pop-up e fique vendo os pop-ups incluso quando já conhecia as frases. A explicação etimológica e de uso comum é muito útil, e disso cheguei a melhor entender o uso de cadê, que tinha escutado mais não entendia bem. Também é bom poder quitar e por os subtítulos.

    Comment by Josh Starks — January 23, 2010 @ 12:42 pm

  16. O Ben tem razão, esse cachorro parece mais velho. Alem disso ela diz que é manso mais eu acho que essa raça é muito travesso.

    Comment by Josh Starks — January 23, 2010 @ 12:46 pm

  17. Quero uma aula sobre a palavra JEITO tem muito usos. (COM ou COMO) exemplo: quando Viviana diz “de jeito nenhum” É verdade que eu quis dizer COMO rsrs mas agora sei é COM. Outras palavras novas PIADA, índole,

    Como falo MUTT. Ela diz mistura mas tem palavra em português que eles usam?

    Comment by Daniel Heron — January 24, 2010 @ 9:58 am

  18. Não sei o que dizer sobre este clip… Usam muitas palavras e expressões novas que a gente pode usar todos os dias.
    Eu tambem acho que o cão parece mais velha do que 3 anos.
    mmmmmm okay :) espero que todos tiveram um bom fin de semana! até amanha!

    Comment by Lynne Lee — January 24, 2010 @ 2:05 pm

  19. Eu gostei muito os comentários “pop-up”, especialmente as dicas sobre frases comuns, como “cadê”. Tambẻm gostei que foi como conversa real/diálogo, não foi somente um depoimento.

    Comment by Christina Skaliks — January 24, 2010 @ 3:31 pm

  20. Eu também queria comentar o uso da expressão “cadê”. A primeira vez eu que ouvi esta palavra foi em aula do professor Ivan Teixeira aqui na UT. Porém, à diferença do sentido explicado na gravação (“Onde está?”), eu achei que o professor queria dizer algo distinto.

    Concretamente, quando eu percebi um dia que tinha deixado o meu livro em outra sala de aula porque ele queria que eu lesse um texto para começar a sua aula, ele me perguntou “Cadê o seu livro?”. Embora eu não entendesse a expressão no princípio, ele explicou para a turma que queria dizer “Did you forget your book?”. Como se sabe, tem uma diferença sutil entre as frases “Where is your book?” and “Did you forget your book?” em inglês (aquela apenas está perguntando…esta também está supondo).

    Além disso, eu achei interessante o comentário no vídeo que no interior de Minas Gerais, algumas pessoas falam a variante “Qué de” (the “d” in “de” being pronounced with the English “j” sound, instead of the hard “d”). No entanto, O Ivan (que nasceu lá antes de se mudar para São Paulo) explicou que outra maneira de falar a mesma expressão seria “quedê”, com a ênfase na última sílaba, e a “d” dura, independente da região do falante (se alguém quisesse repetir esta variante) pelas normas do português falado.

    Comment by Eric Solomon — January 24, 2010 @ 4:49 pm

  21. Para que fique claro, entendo que “cadê” muitas vezes quer dizer “Onde está?”. Só estou sugerindo que talvez tenha outro sentido também.

    Comment by Eric Solomon — January 24, 2010 @ 4:57 pm

  22. Para aprender um idioma é importante ver como nativos falam e acho que este clip é um bom exemplo. Eu gostei a conversa entre as mulheres e vou incluir as frases especialmente “Fica à vontade.”

    Comment by Ilya Kuperman — January 24, 2010 @ 5:10 pm

  23. Eu concordo com Ilya. Tambẻm ẻ interessante ouvir os sotaques diferentes dos nativos.

    Comment by Christina Skaliks — January 24, 2010 @ 6:20 pm

  24. Tambẻm eu gostei muito dos commentarios “pop-ups.” Acho que ajudam muito quando quero ver o que estão falando ao mesmo tempo de ouvir.

    Comment by Jennifer Cheek — January 24, 2010 @ 8:40 pm

  25. Eu concordo com todos. Ouvindo como os nativos falam mostra as gramática que eu não aprendi no livro. Eu gosto os ‘pop-ups’ e os subtítulos no português e inglês.

    Comment by Swetha Nulu — January 24, 2010 @ 9:32 pm

  26. Eu realmente gostei deste vídeo, especialmente os pop-ups que dissecou a conversa. os pop-ups não se limitou a traduzir a conversa, mas deu uma compreensão da língua.

    Comment by John Alexander — January 24, 2010 @ 9:39 pm

  27. Eu gostei muito desse clip; também tenho um cachorro. Procurei algumas canções de Sandy e Júnior: sua música soa como é da Disney, que não é mau. Apesar disso, eu não pude conseguir gostar dessa música.

    Comment by Will Church — January 24, 2010 @ 9:49 pm

  28. Eu gostei muito deste vídeo, porque ao contrário dos vídeos onde a pessoa está falando à camera, podemos ver como os brasileiros se conversam. A frase “fica a vontade” ẻ uma frase que não conheci no português, mas “make yourself at home” ẻ uma frase que eu uso muito no inglês, então isso me ajudou muito.

    Comment by Carmen LeVine — January 24, 2010 @ 9:54 pm

  29. Eu acho que este vídeo é uma boa demonstração da maneira que muitos Brasileiros falam. Com estes clips, podemos aprender a organizar melhor nossas conversas. Nós podemos falar como Brasileros em vez de falar a lingua só. Algumas das gírias e significados diferentes são importantes para dominar a lingua. Um bom exemplo é frase “fica a vontade” e “cadê.” Sem estudiar todos os elementos que existe nas conversas assim pode demorar nossa abilidade de communicar eficazmente no Portugues.

    Comment by Preston Achilike — January 24, 2010 @ 11:08 pm

  30. Eu gostei do filme. Achei que o filme foi uma boa demonstração de conversações tipica do Brasil. Eu gozei os frases diferentes as meninas usaram que a gente necessariamente não usa.

    Comment by Lindsey Hernandez — January 24, 2010 @ 11:12 pm

  31. Eu gosto muito os explicaçãos das palavras e frases numa maniera real. São coisas que posso usar nas conversaçoes.Nunca realicei que usa a palavra “menina” pra referir aõs cachorros.

    Não tenho um cachorro agora, mais sempre ja querido.

    Comment by Barbara Fox — January 24, 2010 @ 11:36 pm

  32. Eu gosto realmente do uso da tecnologia. Os pop-ups são realmente úteis. É interessante ouvir como os nativos interagem. Estes vídeos são bons para me ajudar a melhorar falar o português.

    Comment by Jorge Maldonado — January 24, 2010 @ 11:54 pm

  33. Ouvindo isso outra vez, e pensando no que aprendimos na aula de hoje, estou tentando de destacar os destaques daquelas neste vídeo. De onde elas são?

    Comment by Jennifer Cheek — January 27, 2010 @ 4:09 pm

  34. No vídeo os participantes usam a palavra “cachorro” em vez de dizer “cão” … existe alguma diferença? Pode ser que “cão” seja uma palavra formal e “cachorro” informal?

    Comment by Nicholas Hall — January 27, 2010 @ 8:44 pm

  35. Há muitas coisas interessante neste vídeo, o uso de palavras como ¨garatona¨são novos para mim, o seja coisas poco usado de mim. Também a pronunciação da palavra ¨tranqüilo¨ come diérese em contraste com o ¨tranquilo¨ do Espanhol me achei diferente. Me faz recordar as diferencias grandes entre as dois idiômas.

    Comment by Jackie Vega — January 28, 2010 @ 10:04 pm

  36. Depois de assistir o video, fui a buscar os videos de Sandy e Junior (muito engraçados!) e descubri alguma coisa que parece uma tradição brasileira: a noiva cantando os canções para o seu noivo!

    Comment by Marina Potoplyak — January 28, 2010 @ 11:56 pm

  37. Great videos ..just came across your site now and it will certainly help me to learn Brazilian Portugese…
    Muito obrigado..

    Comment by Brian Paterson — January 13, 2011 @ 2:34 pm

  38. Eu gostei deste video porque é sobre os cachorros e porque posso entendê-lo. É interesante que os brasileiros tenham varias maneiras para mudar e enfatizar as palavras. Soube os diminutivos como “cafezinho” e “quietinha”, mas não sabia a forma que usa no video como “garatona” e “bonitona”. Outro exemplo da manipulação das palavras é “cadê”. Eu tenho ouvido esta frase mas nunca a uso. Vou tentar usá-la em vez de “onde está”. Outra coisa: pode dizer que Sandy é uma vira lata?

    Comment by Natalie Garza — January 21, 2011 @ 12:45 pm

  39. Gostei de mais ouvir este vídeo! Eu estou com muitos saudades do Brasil. Quando eu estava lá, eu ouvi e aprendi o sotaque dos brasileiros. Este vídeo me lembra de estar no Brasil. Os brasileiros cantam quando eles falam. Aqui Michelle e Denise elevam as vozes delas! Quando um brasileiro está falando, uma pessoa pode ouvir que a conversação é muito aparecido como uma música linda! Também uma pessoa pode ouvir que os brasileiros falam muito rápido.

    Comment by Marc Hernandez — January 21, 2011 @ 11:29 pm

  40. Este vídeo é muito interessante, e também uma boa maneira de nos expor ao forma de como os brasileiros falam – que é muito rápido! Obrigada pelos vídeos, porque é um bom recurso para as pessoas que ainda não tenham ido para o Brasil (como eu). Igualmente como Natalie, eu não sabia que os aumentativos foram muito usados no Brasil como “tranqüilona.” Mas o diminutivo é mais comúm no Brasil?

    Comment by Marcy Rodriguez — January 23, 2011 @ 1:33 am

  41. Eu não consegui parar de rir quando esse vídeo começou. O jeito que a primeira mulher fala parece muito com o da minha madrinha brasileira (“Ai que amor! Que coisa mais linda!”) Gostei muito desse vídeo, e é um exemplo ótimo da “conversa brasileira:” falar sem parar, uma encima da outra, etc. Me faz sentir saudades do meus cachorros!

    Comment by Meleena Loseke — January 23, 2011 @ 3:47 pm

  42. Gostei! Elas falam muito rápido! Uma das mulheres falou “ela lembra muito ele”…e eu pensei…pera aí! A cachorra não se lembra do cachorro! A cachorra faz a mulher se lembrar do cachorro, não é?? isso é interessante para mim porque eu sabia que “lembrar” é to remember, más não sabia que também é to remind of someone or something to somebody else. Agora eu sei! Também gostei de “Ate mais” e “a gente se vê” eu nunca escutei isso no Salvador, eu vou falar isso agora!

    Comment by Erika Marcela Ocampo — January 23, 2011 @ 8:35 pm

  43. Eu acho que este video foi perfeito pra comecar ver, gostei muito da oportunidade de escutar o sotaque brasileira. Vendo e ouvendo a conversar brasileira da pra entender o importante que e ficar ao redor de pessoas que conhecem muito bem o idioma pra poder aprender falar ate com o sotaque brasileiro. Gostei da rapidez da conversa entre as mulheres mas de tudo jeito pode dar trabalho entender. Fiquei ate surpreendida do que se pode entender porque faz tempo que nao uso o portugues, preciso de muita practica da fala e do auditorio.

    Comment by Natalie Plaza — January 23, 2011 @ 9:45 pm

  44. Eu gostei do video. Acho que é muito bom para aprender frases brasileiras que não são muito comuns na aula. Os comentários de pop-up ajudam muito para entender coisas que não tinha ouvido antes. Eu não entendi o que é que era Sandy e Junior más com os comentários entendi.

    Comment by Jackeline Neira — January 23, 2011 @ 11:04 pm

  45. A conversa esta fácil para acompanhar, o jeito de falar das protagonistas é muito claro mesmo; não tem muito regionalismo. Uma coisa que chamou muito minha atenção foi o uso de “te” por exemplo quando falam “vai te cargando”. Achou curioso porque o uso de “tu” não é muito comum no português brasileiro, nê? Não é a primeira ocasião na qual ouvi o uso de “tu” desse jeito mas fico confundido de quando usar e quando não.

    Comment by Bernardo Sanchez — January 23, 2011 @ 11:26 pm

  46. Apois de assistir o video, fiquei contente porque entedi a maior parte da conversa. Gostei particularmete do feito que a lingua brasileira se muda na lingua falada. Exemplo disso é a frase “fica a vontade”, a qual é uma frase imperativa e deveria ser “fique a vontade” né? Mais uma otrau coisa que encontrei interesante foi a ultima frase “a gente se ve”. Ainda entendi a frase, gostaria de saber por que issa frase é correta gramaticalmente. Tambem gostei da explicacao das palavras “convivendo, perdendo”, etc. Nao sei si no espanhol a lingua tem a misma idea de continiduade na fala como no portugues.

    Comment by Anastacio Aranda — January 23, 2011 @ 11:58 pm

  47. Os vídeos são uma maneira perfeita para recordar o português que eu já esqueci e de ter contacto com a língua falada. E serão proveitosos para lutar um pouco contra o portuñol que eu falo. Entre as coisas interessantes estão as frases “é parecido com” e “parece com,” as quais tem uma construção diferente ao espanhol.

    Comment by Cesar I. Taboada — January 24, 2011 @ 12:08 am

  48. Eu gostei! A expressão “fica á vontade” e legal porque não todo mundo sabe o que quer dizer a menos que eles são brasileiro. E uma língua com frases raras. ouvendo a conversação eu repito a palavra ou frase então pode permanecer em minha memória. Eu sintei confortavel em algumas palavras mas gostaria saber mais frases fora do comum. Acho que praticar de falar mais bem e tambem mais rapidinho!

    Comment by Nancy Benitez — January 24, 2011 @ 12:34 am

  49. “E essa daqui? Essa tem três.”

    Eu entendi este parte do diálogo, mas se você traduzir isto em inglês é assim “And that from here? That is 3.”

    Tenho três perguntas sobre isto,
    1.) Por que ela usou “daqui”?
    2.) Por que elas usaram o pronome demonstrativo? Parece que poderia funcionar assim “E ela aqui? Ela tem três”
    3.) Se elas preferem usar o pronome demonstrativo neste caso, por que não é “esta” em lugar de “essa”? Parece que a proximidade do cachorro permitiu Michelle usar “esta”

    Comment by Rudy Mikeska — January 24, 2011 @ 12:46 am

  50. Gostei muito do vídeo. Concordo com Natalie e Marcy sobre o uso do aumentativo para fazer a ênfase quando a gente fala. Também é interesante o uso de entonação, né? Pode mudar o significado do que a gente fala, né? Acho que estes videos são um bom recurso pra a fala Brasileira, e não só o Português do livro.

    Comment by John Reyes — January 24, 2011 @ 1:37 am

  51. Eu adoro os vidéos porque eles explicam-se bem as frases que indicam sentimentos mais coloquiais não descobertas antes este aula. Por exemplo, a frase, “cadê” é um sentimento que eu não sabia antes, mas agora eu posso usar em situações mais comuns em vez de “onde está” como um falante nativo. Outras frases explicam-se nas janelas que parecem no direito. Este é uma ferramenta vale a pena.

    Comment by Anna Chabot — January 24, 2011 @ 1:41 am

  52. Eu posso entender os brasileiros quando usam as terminações que mudam o sentido da palavra, (por exemplo “garota” e “garotona”) mas nunca aprendi as regras para usar elas corretamente. Portanto, eu gostaria muito de uma explicação breve durante nossa aula

    Comment by Christine Wu — January 24, 2011 @ 2:54 am

  53. É super interessante a palavra cadê no clipe, que se usa em vez de ‘onde esta’. Claro que tinha ouvido isso antes, mais eu não sabia que era tão comum até ser mais usada da frase ‘onde esta’. Eu achava que falavam as duas coisas mais o menos igual.

    Notei o uso do ser pretérito + gerúndio (fui perdendo), que parece remplazar o imperfeito muitas vezes.

    Comment by Georgia — January 30, 2011 @ 10:46 pm

  54. I have just discovered this site which looks truly wonderful. It will be a great help to me (have just begun studying Portuguese at college, a few weeks ago). Muito obrigado!

    Comment by Paul — September 24, 2011 @ 10:52 pm

  55. Essa conversa foi tão rápido. Adorei Silva porque os gestos sua mãocolocou ênfase o que estava dizendo, o que me permitiu ter certeza de que eles estavam dizendo. Nao entendo a usa de para e pra ainda, neste contexto quando Antonio faleu ‘ Pra Gente- bater a papinho aqui’, que tipo de frase gramatical e isso? Há uma diferença entre ajeitar e acostumbrar? E minha última pergunta é um sobre a cultura. Então, no colegial no Brasil, o dia na escola fica apenas a cinco horas de duração? E eles permanecem em uma aula só?

    Comment by Diane Enobabor — February 26, 2012 @ 5:46 pm

  56. I love these videos! Do you have any worksheets to go with them?

    Comment by Jennifer Souza — April 2, 2012 @ 2:34 pm

  57. Hi Jennifer,
    We don’t have actual worksheets, but as an open resource, some people have been making their own worksheets. Soon we hope to post links to those resources. Keep coming back and thanks for finding us,

    Orlando

    Comment by orkelm — April 2, 2012 @ 5:20 pm

  58. Nothing about Brasília? Too bad! C’mon! It is our capital, the 4th most populated city of Brazil, can’t be forgotten! :P

    Comment by Diego — September 17, 2012 @ 1:00 am

  59. Hey Diego,
    Agreed, we should emphasize Brasília more. Brasília lovers out there, give Diego a little more to go on!

    Abração,

    Orlando

    Comment by orkelm — September 17, 2012 @ 12:06 pm

  60. This is a great resource for mature students like me who study at home – many thanks!

    Comment by Terry — October 22, 2012 @ 8:03 am

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Leave a comment

Brazilpod  |  2014-11-23, 04:19:26 AM