Conversa Brasileira

March 5, 2012

Traffic 1: Don’t be blaming me on this!

Filed under: Videos — Karina @ 3:07 pm

OK, so we all know how frustrating traffic can be.  Alexandre and Denise were doing a good job of hanging in there, but then Alexandre made the mistake of saying that part of the problem was because Denise wasn’t getting up early enough to get the kids ready, and to get herself ready too.  Oh Alexandre, why did you have to say that it only takes five minutes for you to get dressed and get out the door?  Oh well, we all say things that we regret when we’re frustrated with traffic.  In this case we just happen to hear all of this as part of a Conversa Brasileira.

40 Comments »

  1. “Faixa” é uma palavra que eu não conhecia.
    Estou confusa com isso de “brigadeiro/marginal” esses são avenidas particularmente em São Paulo? ou se traducem a “express way o free way?”
    Uau!! esse negocio, “ter pego, foi entregue” Ta muito confuso, vc vai ter que explicar, Orlando!
    “O pessoal buzina” means people honk?

    Comment by Alexis Quintanilla — March 25, 2012 @ 10:33 pm

  2. Eu não entendi bem quando eles dizem “me chuta meu retrovizor” não entendi bem o que quer dizer com me chuta? Também eu achava que brigadeiro era só um dolce de leite. Não sabia que tinha outro significado.

    Comment by Marely Zamarron — March 29, 2012 @ 5:37 pm

  3. O que é “driblar uma dificuldade”?
    e…
    O Valentino falou que a palavra “zigue-zague” não é usado no trânsito… então quando é que vc falaria “zigue-zague”?

    Comment by Bryan Lee — March 29, 2012 @ 7:46 pm

  4. Eu ainda estou confundido como alguém pode usar “me” como na frase “me chuta”. Como posso saber qual tipo de frase a outra pessoa quer dizer se a frase faz sentido nas duas formas?

    Comment by Taryn Davis — March 29, 2012 @ 10:53 pm

  5. Achei interessante quando Denise falou “daqui uma hora a gente chega” e neste caso “uma hora” significa eventualmente. Nunca tinha notado isso antes. Ainda não entendo muito bem a frase “deveria ter pego”. Para mim parece melhor dizer “deveria ter pegado”.

    Comment by Megan Logan — March 29, 2012 @ 11:46 pm

  6. A frase nova para mim é quando ela fala: “Fica costurando” e tambem “A gente acorda mais cedo”. Outra coisa a notar é que ela repete frases para provar sua opinião com o tráfego.

    Comment by Karla Trochez — March 30, 2012 @ 12:10 am

  7. Eu não entendo a frase “me chuta meu retrovisor.” É uma expressão comum ou apenas parte deste cenário?

    Comment by Claire Dempster — March 30, 2012 @ 12:27 am

  8. Eu acho que é muito engraçado a ver casais argumentam enquanto eles ficam presos no trânsito. Minha pergunta é sobre a palavra “faixa” a gente pode usam em vez de “pista” ou se eu lembro corretamente “rodavia”? Minha questão cultural é o que são os dos limites de velocidade nas avenidas em São Paulo?

    Comment by Diane Enobabor — March 30, 2012 @ 1:38 am

  9. “colocar minha calça”
    Why do I never hear this word “colocar” in Spanish?
    Do you use more to mean PUT ON or just put?

    calça Why is it singular? What is origins of this word? Porque no tiene algo como “pantalones”?

    Comment by asiago — March 30, 2012 @ 5:37 am

  10. Que é “mudar de faixa?

    Comment by Christian J. Avilés — March 30, 2012 @ 6:27 am

  11. No vídeo fala sobre o radar, no brasil os motobóis poder receber as multas pelos radares? Também não compreendo como o frase “quero ver só” pode ser negativo. Tem outras frases que parecem positivos mas são negativos?

    Comment by Wade Tomlinson — March 30, 2012 @ 11:26 am

  12. Que significa o dito “ué”? Não tinha ouvido isso antes

    Comment by Laura Fuentes — March 19, 2013 @ 4:03 pm

  13. Por que o Alexandre repitou o nome da Denise, quando disse, “Denise, por que cê foi pegar a Marginal, Denise?”?

    Comment by Aaron Dickinson — March 28, 2013 @ 6:07 pm

  14. Nós poderiamos falar um pouco sobre sons como “Ih” e “Ué” e outro sons para expressar coisas como “huh” e “ah”, etc? Eu acho que é interessante usar um artigo feminino quando a palavra é masculino porque você está referindo a um avenida.

    Comment by Lizzy McKinnon — March 28, 2013 @ 7:45 pm

  15. As palavras / frases que eu não entendo são “me chuta” (por que não é simplesmente “chuta”?), “entupido” e “mudar de faixa” (que é a diferença entre “faixa” e “pista”?)

    Comment by maria hardt — March 28, 2013 @ 8:10 pm

  16. Pode explicar quando deveria usar a participle regular ou irregular, como na frase “Não, cê deveria ter pego a Brigadeiro!” Também, gostaria de saber as diferentes maneiras para usar o verbo andar. Para mim, esse verbo é ainda um pouco complicado.

    Comment by Kyle Harper — March 28, 2013 @ 8:52 pm

  17. Aqui temos um exemplo de usar a conjugação no presente com o clauso de “se”.

    “Mas se eu MUDO de faixa, PASSA um motoboy aí e me chuta meu retrovisor.”

    ou pode ser

    “Mas se eu MUDAR de faixa, VAI PASSAR um motoboy…”

    ou pode ser

    “Mas se eu MUDASSE de faixa, PASSARIA um motoboy…”

    Comment by C. Daniel Guerra — March 28, 2013 @ 10:34 pm

  18. Eu achei que o uso de horario “rush” foi interessante na explicação de marginal.

    Comment by Denise Sanchez — March 29, 2013 @ 1:32 am

  19. Notei que quando Denise disse, “Lá o trânsito é mais tranquilo” em vez de “O trânsito é mais tranquilo lá”, a ordem das palavras mudam. É mais comum no Brasil pôr “Lá” (e outras palavras semelhantes: ai, ali) na frente?

    Comment by Elie Wu — March 29, 2013 @ 3:06 am

  20. Ainda me lembro do momento em que eu estava dirigindo em tráfego em Austin com meu amigo e ele me ensinou sobre a palavra “traffic” em português. Foi importante para saber que “traffic” é tráfego. Não é tráfico, que é uma coisa dolorosa e muito triste neste mundo.

    Comment by Lauren Dow — March 24, 2014 @ 1:27 am

  21. Gostei do video! Eles falam tão rápido! Podemos revisar todos os verbos que tem uma forma regular e irregular nos “past participles?” E por que não usam “zig zag” quando falam do transito?

    Comment by Brittany Weinstein — March 24, 2014 @ 3:48 pm

  22. Tráfico e tráfego são palavras completamente diferentes. Sabendo esta diferença é importante porque as palavras têm diferentes sentimentos. Eu lembro disso diferença sendo difícil de entender, porque é muito diferente em espanhol.

    Comment by David Cervantes — March 25, 2014 @ 6:23 pm

  23. Eu encontre esta conversa muito engraçada! Eu adorei que a mulher ficava toda nervosa e o homem ficava muito calmo apesar de todo o transito. Eu ouvi algumas palavras e frases que eu ainda não tinha ouvidas como acostamento, pessoal buzina, entupido, e me chuta o meu retrovisor. Eu também queria saber si quando a gente fala de pegar Marginal, o pegar Brigadeiro eles estão falando de ruas o de outra coisa.

    Comment by Isabel Suarez — March 25, 2014 @ 7:12 pm

  24. Tráfico e engarrafamento são a mesma coisa? Eu já ouvi os dois usado na vida brasileira, mas eu quero saber a diferença.

    Comment by Randy Helmcamp — March 25, 2014 @ 8:38 pm

  25. Eu também não sábia que tráfico e tráfego não têm o mesmo significado.

    Comment by Marcos Barrera — March 25, 2014 @ 9:48 pm

  26. É interessante como ela fala “choveu nada” para expressar mais forte que não choveu. Também a gente pode falar “não choveu nada” para dizer a mesma coisa, ou isso é espanhol?

    Comment by Christine Martinez — March 25, 2014 @ 9:59 pm

  27. Um pouco fora de tópico… mas eu acho que há muitas significas para a palavra ‘enrolar’, né? Porque quando eu era no Brasil, sempre eu assisti uma programa se chama ‘rola ou enrola’. Mas não acho que enrola tem a mesma significa aqui como por a programa.

    Comment by Mercedes Ballard — March 25, 2014 @ 10:06 pm

  28. Eu acho que é engraçado que a gente (no brasil, EEUU, o qualquer lugar) tentar tomar o atalho mais rápido quando ficam no tráfego – é como não podemos pensar tranquilamente nestas situações! talvez tráfico e tráfego tenham mais em comum que pensamos!

    Comment by charles wight — March 25, 2014 @ 10:15 pm

  29. Essa coisa da particípio passado sempre me dá dor de cabeça. Eu sei que tem alguns que têm duas formas e em alguns casos se pode usar “incorretamente”, mas é difícil saber em qual caso seria permitdo.

    Comment by Michelle DuBois — March 25, 2014 @ 10:40 pm

  30. Esse vídeo é o melhor de todos com certeza. Eu vou pro São Paulo no verão e vou ficar lá dois meses. Achei muito interessante aprender sobre a marginal e as ruas importantes lá. Quando eu chegar na cidade não vou me sentir tão perdida se já conheço um pouco dela. Também achei muito interessante que no Brasil tem radares, isso é muito bom. Nunca imaginei que lá tivessem, acho interessante como tem radares mas as ruas ainda assim não são tão boas.

    Comment by Adria Fernandez — March 25, 2014 @ 10:50 pm

  31. Ao final do vídeo Denise fala que vai pelo acostamento. Eu quero sabe se isso é comum, que os motoristas dirigem pelo acostamento quando a pista está entupida. Aqui nos Estados Unidos se você tenta isso normalmente alguém corta na frente de você só para te impedir, embora eles não vai usar.

    Comment by Leon Leid — March 25, 2014 @ 11:02 pm

  32. Eu gosto muito deste uso de “costurar”. Também, eu tinha pensado que paralelepípedo era um “trafic light” por os últimos 13 anos. Estou feliz agora saber a verdade :)

    Comment by Sara Diamond — March 25, 2014 @ 11:06 pm

  33. Adorei os dois tentando parecer paulistanos, foi muito engraçado e o papo deles também foi divertido de escutar. Nunca tinha ouvido dizer costurar naquele sentido mas faz sentido.

    Comment by Olivia Baker — March 25, 2014 @ 11:21 pm

  34. Estão muito feliz que este video decidiu falar sobre “faixa” e “pista”. Quando eu estava escrevendo meu resumo sobre acidentes e trafico e não posso decidir qual palavra para usar, agora eu sei que ambos faixa e pista funcionam para “lane” em portugues.

    Comment by Allison White — March 25, 2014 @ 11:26 pm

  35. Acho que essa frase “driblar uma dificuldade” é bem interessante – pode explicar?

    Comment by Jenna Tipton — March 25, 2014 @ 11:51 pm

  36. Podemos ter uma lição de gramática sobre os particípios regulais e irregulais? As minhas outras professoras de português nos ensinaram as diferenças e quando se usam mas não me lembro. Também não entendo o que é que está mudando no português brasileiro recentemente (o PDF fala sobre isso).

    Comment by Diana Pop — March 26, 2014 @ 12:20 am

  37. Eu não gosto de trânsito, só de ver esse vídeo e escutar as buzinas eu já fico angustiada. Eu nunca moraria em São Paulo por isso. Mas Brasília também tem muito trânsito e muitos radares.

    Comment by Rebeca Vianna — March 26, 2014 @ 2:32 pm

  38. Esse vídeo é engraçado. Eu acho as mulheres brasileiras um pouco desesperadas e reclamonas, como essa moça. O Brasileiro também tem o costume de não planejar o tempo com eficiência. A expressão “de repente” é muito importante e serve para muitas situações.

    Comment by Rebeca Vianna — March 26, 2014 @ 2:37 pm

  39. Gostei muito desse video! Tem muitas palavras e expressões novas! Eu so posso imaginar como é o trânsito do Brasil. Foi interessante escutar a palavra pista para dizer “road”. É diferente em espianhol. Tinha uma referencia ao trânsito americano, acham os brasileiros que o trânsito de novo york ou de LA é melhor?!

    Comment by Olivia Wiley — March 26, 2014 @ 11:01 pm

  40. É muito engraçado ver este vídeo porque a situação é muito parecida com a Venezuela. Como o homem diz no vídeo: aqui o pessoal buzina até quando a gente tá no sinal vermelho. Outra coisa que achei interessante foi o radar no Brasil, como mencionado no final deste vídeo. O radar é para marcar a velocidade dos carros. O mais engraçado é que antes do radar há um aviso que diz que o radar vem em seguida, então as pessoas dirigem como malucos, e quando chegar o aviso, baixam a velocidade. Depois de passar o radar, aceleram de novo!

    Comment by Arianne Moran Matheus — March 30, 2014 @ 6:56 pm

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Leave a comment

Brazilpod  |  2017-06-23, 10:24:10 AM