Tá Falado

May 31, 2007

Grammar Lesson 5: Disappearing Reflexive Verbs, Use of Coupons

Filed under: Grammar — @ 9:13 am

Here’s a trick question for Spanish speakers: Would it be better in Portuguese to say the equivalent of Siéntate or Siéntese? Answer: Don’t worry about the reflexive pronouns. Chances are that Brazilians won’t use them either. In this lesson, Valdo and Michelle help the rest of us to get a sense of the disappearing reflexive pronouns in Portuguese.

Michelle also adds how cool she thinks the use of coupons is here in Texas as well.

PODCAST LINK: Grammar Lesson 5

33 Comments »

  1. hello orlando,
    thank you so much for continuing this podcast! it has been endlessly helpful. I actually have a somewhat unrelated question though: I have about a month that I would like to spend in Brazil, improving my portuguese. what would you recommend? should I enroll in one of those language schools? find a private instructor? what is the best way to utilize that time to learn as much as possible? thanks for all your hard work!
    audrey

    Comment by audrey — June 1, 2007 @ 12:18 pm

  2. Hi Audrey,
    Wow, a blank sheet of paper that can be totally filled in with whatever you’d like to do. Since I don’t know where you’d like to go and if you want to stay in one place or travel around, write me a direct email and then I can give you better feedback. (orkelm@mail.utexas.edu).
    Orlando

    Comment by orkelm — June 2, 2007 @ 7:55 am

  3. Hi there Orlando!

    Excellent lesson! These reflexive verbs are really very commonly used in the everyday language in Spanish. Just one note: the verb “vencer” or “vencerse” is not reflexive in European Spanish, we would say more likely: los cupones vencen esta tarde (or as we say “los vales vencen…”)

    Thanks again for this lesson, I’m looking forward to listen to the next one.

    Ángel

    Comment by Angel — June 2, 2007 @ 11:46 am

  4. Angel,
    Awesome! So I wasn’t totally off when I didn’t say vencerse!!! Blame it on (or give credit for) my time in Spain!
    Orlando

    Comment by orkelm — June 2, 2007 @ 12:31 pm

  5. So do you feel that the reflexive pronouns should still be learned? How often are they used in written discourse?

    Comment by Sean — June 5, 2007 @ 10:49 am

  6. Sean,
    Good question. Yes, it is good to learn reflexives, and you will use them a lot with a lot of verbs. The main idea of this lesson was to say that there is a tendency to eliminate them in oral speech. I was trying to think of an example in English, and the one that comes to mind is lie vs. lay. As native speakers we kind of know the difference between lie and lay, but mostly we don’t. It’s kind of the same for Brazilians with reflexives.

    Comment by orkelm — June 5, 2007 @ 6:47 pm

  7. Another instance of disappearing grammar aspects in English would be “who” and “whom” and “less” and “fewer.” We are ambiguous about the singular and plural nature of these words, as opposed to the strong feel we have for the singular feel for “much” and “many.”

    Comment by Edward W. Schiffer — June 6, 2007 @ 4:00 pm

  8. Isto me fez lembrar de uma cena num filme brasileiro onde um dos personagens diz para outro personagem “Senta!” em vez de “Sénta-se!” Adorei!

    Comment by Lisa Martinez — September 18, 2007 @ 5:04 pm

  9. Entao, e correto falar sem utilizar pronomes reflexivos no dia a dia, mais quando a gente escreve, tem que usar pronomes certo?
    O que acontece quando a gente tem que falar com alguma pessoa mais formalmente? e correto falar sem os pronomes?

    Comment by cynthiaz — September 20, 2007 @ 10:31 am

  10. Eu não sabia, que o portuguese era muito trabalho para o falantes de espanhol.

    Comment by Leonel — September 20, 2007 @ 5:15 pm

  11. Ia fazer o mesmo comentario que a Cynthia. Se eu estivesse na universidade no Brasil, numa aula de literatura o bem se tivesse que escrever um informe para um negocio seria necessario usar o reflexivo ou nao?

    Comment by monica mitre — September 20, 2007 @ 9:10 pm

  12. Ese lição é muito importante; sempre fico confusa com os verbos reflexivos em português. Agora acho que será muito mais fácil!

    Comment by Kellsey K — September 21, 2007 @ 6:57 am

  13. Desculpe, esqueci fazer isto. 😉 Os verbos reflexivos são poco dificil em português porque para escrever é uma coisa e para falar é outra! Mas a lição cultural foi engraçado, eu nunca penso nos cupons e ela acordou cedinho só para poder los usar.

    Comment by Elisa — September 21, 2007 @ 8:54 pm

  14. If a person uses the reflexive pronouns often in oral communication, do they come across as having learned Portuguese directly from a book? Is it best to err on the side of dropping them or adding them in a pinch? Thanks.

    Comment by Matthew Johnson — June 27, 2008 @ 2:02 pm

  15. E muito interesante que o tendencia da gente brasileira com respeito aos verbos reflexivos e que varia de lugar. Eu acho que isso e muito normal por causa de cada lugar eu imaginaria que e um pouco differente.

    Comment by Kyle A. — September 13, 2008 @ 9:48 am

  16. I remember that when I lived in Brazil, they used to say the verb “acordar” to wake up and during the dialog they used the verb “levantar” is there a difference?

    Comment by Eduardo Gonzalez — September 18, 2008 @ 10:28 am

  17. Depois de tentar muito de incluir os refexivos no espanhol, e de aperfeiçoar como digo “se me olvidó,” é muito dificil agora de não incluir os pronomes reflexivos. Mas tudo bem, fico praticando mais…

    Comment by Elena Bessire — September 18, 2008 @ 3:08 pm

  18. Ainda tenho um monte de problemas com os verbos reflexivos, em português e espanhol. Tenho duas perguntas sobre isso: o primeiro é que encontrei umas explicações dos verbos lembrar e esquecer que dizem que se pode usar com ou sem os pronomes reflexivos e vão ficar certos (na língua escrita também). Dizem que, se quiser usá-lo sem o pronome, tem que fazer assim “Eu esqueci alguma coisa” ou “Eu lembrei alguma coisa.” Se quiser usá-lo com o pronome, tem que fazer assim “Eu me esqueci de alguma coisa” ou “Eu me lembrei de alguma coisa.” Minha pergunta é, quando tem que usar a preposição na língua falada e na língua escrita, e tem a ver com o pronome?
    Também, com alguns verbos, sempre ouço o pronome no imperativo na língua falada. Por exemplo, sempre ouço “não se preocupe” ou “não preocupe-se,” e nunca ouço isso sem o pronome. Mas ás vezes ouço “não esqueça de alguma coisa” ou “lembre-se que . . .” Tem regra para isso? Ou pelo menos um padrão?

    Comment by Clyde Sheble — September 18, 2008 @ 4:16 pm

  19. Então a diferença é entre a forma falda e a forma escrita. A gente pôde ficar confiada que na forma falda não precisa usar o pronome mas na forma escrita sempre usa-los?

    Comment by Rodolfo Cortinas — September 18, 2008 @ 7:47 pm

  20. Puxa vida, essa problema dos pronomes que desaparecem no português é muito chato para uma falante do espanhol como eu. A gente acha que é mais fácil não precisar de usar os pronomes, mas eu acho difícil quitar alguma coisa que gente está acostumado a fazer. Como é que é mais fácil usar tantas palavras? Não sei, mas acredito.

    Comment by Elissa Wev — September 18, 2008 @ 11:41 pm

  21. Eu tenho um livro que diz assim, Nestes dias, austentei-me cedo para atender a visitas externas. Minha pergunta é se é melhor colocar me austentei ou ausentei-me.

    Comment by Lorena — September 18, 2008 @ 11:55 pm

  22. This is tough for me to get used to. If I could just activate my “english” brain when writing/speaking in Portuguese, it would be so much easier. But I am always defaulting back to Spanish… and so now it’s very strange to me to not use reflexive verbs (and pronouns for that matter).

    Comment by Mary Slosar — July 1, 2009 @ 9:24 am

  23. Like Mary, I need to use my “Russian” brain and turn off my “Spanish” brain 🙂 I’ll have to compile a list of verbs that are reflexive in Spanish but are not in Portuguese.

    Comment by Marina Potoplyak — July 4, 2009 @ 4:48 pm

  24. When i was first learning to speak English, it tpook me a while to get rid of the tendency to say “sit my self”, “remember myself” etc.

    Comment by Carlos Barrera — July 12, 2009 @ 5:14 pm

  25. When I was learning Spanish, I always forgot (or ignored) reflexive grammar. It’s nice to not have to worry about that with Portuguese!

    Comment by Kanitra Fletcher — July 23, 2009 @ 4:38 pm

  26. Obrigado, eu não sabia que era assim. Então, o uso é opcional na escrita quanto na fala? Existe uma situação em que o uso é obrigatório?

    Comment by Benjamin Echelson — February 9, 2010 @ 7:38 pm

  27. Eu estou feliz que os verbos reflexivos não usa o pronome no Brasil. Concordo com Marina eu quero saber mais verbos reflexivos que usam o pronome reflexivo em espanhol e não usa em português.

    Comment by Ilya Kuperman — February 9, 2010 @ 8:58 pm

  28. Eu não sabia que é correcto usar os reflexivos. Nenhum dos meus professores na universidade usa o reflexivo dos verbos. É mais formal usar os reflexivos, por ejemplo em relatórios escritos? O, é normal tirar o reflexivo na língua escrita também?

    Comment by Kristin Bonds — February 9, 2010 @ 9:57 pm

  29. Isso é maravilhoso saber. Eu muitas vezes têm dificuldade com os verbos reflexivos, que retarda o meu discurso. Eu gostaria de saber, há vezes sugerido para usá-los, mesmo que eles não são necessários no discurso?

    Comment by John Aaron — February 9, 2010 @ 11:34 pm

  30. Orlando,

    Não se preocupa. Como você pensou, o verbo “vencerse” em espanhol também pode ser “vencer”, sem problemas. O mais formal e seguro, digamos, seria “vencerse”, mas ninguém te poderia corregir se você falasse a forma não reflexiva sem escrevê-la, como muitos verbos do português. É como o verbo “demorar(se)”: “Cuánto (se) demora en manejar a Miami?” Tanto minha família cubana quanto meus companheiros de trabalho na Argentina (este assunto surgiu uma vez quando eu estava analisando um contrato legal) poderiam comprovar isso.

    Então…voltando ao português. Acabei de usar a frase “Não se preocupa”, e percebi que nesse caso talvez o pronome reflexivo seja mais necesário do que normalmente. Quer dizer, nunca ouvi “Não preocupa”. Tem outros verbos comuns no português em que realmente não se pode eliminar o pronome reflexivo na fala, ou “preocupar-se” seria um caso único?

    Comment by Eric Solomon — February 10, 2010 @ 12:28 am

  31. Mas tem algumos expressãoes que precisam o reflexivo, como “te ligo?” Né?

    Comment by Swetha Nulu — February 10, 2010 @ 12:34 am

  32. A propósito, a hora no Blog está na hora de Nova Iorque, haha. Agora são 11:35, mas este post vai dizer “12:35”.

    Comment by Eric Solomon — February 10, 2010 @ 12:35 am

  33. Wow, I just recently find this excelent site, I’m trying to learn portuguesse and whish to thank you all.
    I’m from México, and it’s so funny to find those little differences between Venezuelan and Mexican spanish.

    BTW I love Brazilian accent, music, people, etc. and for real those are just some of the reassons for me to start learning.
    Again thank you all.

    Comment by Francisco — July 27, 2010 @ 1:45 pm

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Leave a comment

Brazilpod  |  2019-12-08, 05:03:46 AM